Categoria: Artigos

Ter-Stegen em Roma: A anatomia de uma defesa perfeita e pouco exuberante (video)

Ter-Stegen em Roma: A anatomia de uma defesa perfeita e pouco exuberante O jogo é de história para a Roma, que virou a eliminatória em casa frente ao Barcelona nos quartos de final da Champions (derrota 4-1 fora de casa e 3-0 dentro de portas), mas há uma defesa que merece ser falada e analisada. E essa é do alemão Ter-Stegen numa capacidade que só ele possui no futebol actual. Ou quase só ele… a forma de controlar o seu corpo e ter o equilíbrio do mesmo. Os apoios orientados para o canto da área (como podem ver aqui...

Read More

Argentina: Um corpo que sem cabeça e membros inferiores se desequilibra e fica descalço

Argentina: Entre tantas estrelas na frente, uma defesa sem brilho na ideia e na execução Como é que uma equipa se equilibra se não tem ideias transversais desde a base ao topo? Da ideia à execução? Da frente até trás, é um mar de sucessivos devaneios com um “extraterrestre” como a cabeça de um corpo sem espírito, apesar de ter membros superiores fortes e um tronco capaz. Mas as pernas estão frágeis e o corpo não se equilibra sem a cabeça… e sem os membros inferiores, por melhores que sejam os membros superiores. Se a analogia não é precisa, então...

Read More

Novas experiências… de um jovem guarda-redes que só queria imitar Buffon e ser feliz

” João estava entusiasmado com o seu primeiro treino. Já com boa nota no teste de português que era a condição para poder jogar futebol, apressou-se em ir ao centro comercial para comprar o seu equipamento. O seu pai já tinha falado com o clube para onde iria experimentar as balizas e já ficara a saber que teria que levar equipamento de casa. Ora, como nunca jogou à bola, João tinha de comprar equipamentos novos. E ele não se importava nada, já o pai… mas pensava ele que seria por uma boa causa. Já chegados ao shopping, João experimentou...

Read More

Gerir expectativas e rendimento com guardiões de renome. Eis o exemplo do Standard Liège 17/18

Gerir expectativas e rendimento com guardiões de renome. Eis o exemplo do Standard Liège 17/18 Não é fácil gerir homens. Não é fácil gerir expectativas. Não é fácil gerir isto tudo num clube com exigência ao mais alto nível profissional. E há formas de o fazer… com a capacidade certa em várias vertentes como a humana, técnica e psicológica e tudo em conjunto. E talvez nada melhor que um treinador de guarda-redes… que tem formação na psicologia. O Standard Liège, esta época, contava com dois guardiões de alta qualidade e experiência nacional e internacional. Gillet, de 38 anos, internacional...

Read More

As soluções de um Marítimo mais ofensivo… a partir da baliza. Amir em destaque!

Amir Abedzadeh é um dos nome do momento na principal liga portuguesa. E com razões para tal. Um dos produtos da baliza iraniana mais esperado dos últimos anos, filho do lendário guardião Ahmed Abedzadeh, tem 24 anos de idade e é actualmente o titular do Marítimo, aproveitando a lesão de Charles. Mas não só tem aproveitado… como tem mostrado outras valências algo raras em Portugal, que lhe valeu a confiança do treinador Daniel Ramos para uma aposta contínua mesmo com Charles a mostrar qualidade em quase todos os momentos das últimas épocas. Características chave: Dono de uma agilidade acima da...

Read More

A ironia dos caminhos traçados e as consequências dos mesmos. Diego Alves e Neto

A ironia dos caminhos traçados e as consequências dos mesmos. Saiu a convocatória brasileira para os próximos amigáveis de preparação para o Mundial’18. Se Alisson e Ederson já parecem os “homens da confiança” de Taffarel (treinador específico) e de Tite (treinador principal), resta sempre saber quem é o outro convocado para a baliza. Normalmente, vai alguém do Brasileirão. Com Cássio, campeão brasileiro pelo Corinthians, com grande preponderância, há outros que se falaram que mereciam tal convocatória como Vanderlei (Santos) e Fábio (Cruzeiro), por exemplo. E é hábito alguém do campeonato brasileiro ser convocado… mas desta vez não aconteceu. Foi...

Read More

Portugal como na China, por exemplo: Só podiam haver guardiões portugueses.

Portugal como na China, por exemplo: Só podiam haver guardiões portugueses. Nos países do Oriente, com grande destaque para a China pela dimensão que está a atingir com as contratações milionárias que pretendem potenciar o país como um dos maiores no futebol, existem limitações para as balizas: só podem ter guardiões do país nativo. Ou seja, na China sê chinês, por assim dizer, na baliza. Por exemplo. Existem limitações, pegando neste exemplo, na inscrição de estrangeiros que tem um limite de 3 jogadores de outra nacionalidade. E como os milhões são para potenciar a liga nacional, opta-se por “grandes...

Read More

Iker Casillas de volta à titularidade do FC Porto. Em nome da coerência ou não?

Iker Casillas de volta à titularidade do FC Porto. Em nome da coerência ou não? O motivo para a titularidade de José Sá nos “dragões” há alguns meses atrás, foi apenas de um: o rendimento em treino. Sérgio Conceição justificou a saída da baliza na altura do experiente Iker Casillas pelo momento (após paragem para selecções) em treino e na capacidade de trabalho por lá. Nada a ver com rendimento desportivo (aparentemente) mas também pelo que se fazia em treino. José Sá assumiu a baliza e, após uma estreia difícil a nível europeu contra o Leipzig, acaba de perder...

Read More

Pensar o jogo: o que envolve a tomada de decisão?

A evolução do futebol moderno tem proporcionado a diferentes agentes do treino ricas reflexões sobre o futebol pensado. A frase “os que pensam que o futebol se joga com os pés são os mesmos que pensam que o xadrez se joga com as mãos” aplica-se na perfeição. Contudo, é bem mais complexa quando entramos no campo da tomada de decisão e como o cérebro é realmente usado, e sobretudo moldado num jogo cujas velocidades de decisão e execução continuam a aumentar.   PRINCÍPIOS BASE: Antes de qualquer desenvolvimento, existe um princípio transversal, que é o da singularidade. Cada atleta...

Read More

“Este guarda-redes é invencível” – é isto que o meu adversário tem de pensar de mim.

“Este guarda-redes é invencível” – é isto que o meu adversário tem de pensar a cada segundo e minuto de jogo. E até fora do jogo, num simples aquecimento para o mesmo ou na entrada para o relvado. A percepção e interpretação mental, dos nossos companheiros de equipa ou adversários, é essencial para nos guiar a uma acção adaptada ao contexto (neste caso por mera interpretação humana). Os nossos comportamentos variam se tivermos (ou não) confiança nos nossos colegas e se tivermos receio (ou não) dos nossos adversários. E este pensamento aplica-se ao avançado que se prepara todos os...

Read More