A perda de noção do espaço e da baliza no momento do recuo – Ederson vs Tottenham

No empate do Manchester City por 2-2 frente ao Tottenham, na 2a jornada da liga inglesa 19/20, o primeiro golo sofrido por Ederson deixa algumas questões pertinentes para debate com a base no posicionamento.

Talvez esta imagem bastasse para se tirar algumas conclusões. Tais como:

  • Em (pouca) profundidade – proximidade com a baliza/linha de golo – sendo que a vermelho é a posição muito alta de Ederson no campo e a branco uma sugestão de posicionamento mais concordante
  • Desalinhado com a bissectriz entre a bola e baliza, não estando os dois lados da baliza “iguais” no momento do remate

E, pelo menos, estes dois problemas surgem desde o momento em que Lamela (com bola) parte da sua direita para o centro com a bola controlada e Ederson não recua o suficiente nem ajusta ao cento à medida que o adversário transportava a bola.

Por estes motivos, com a técnica e inteligência do adversário, foi fácil colocar a bola no lado mais vazio da baliza. Um posicionamento do GR que deu total escolha ao portador da bola para decidir com eficácia e assertividade. Ou seja, o GR não teve qualquer controlo neste lance. Os posicionamentos assertivos e coerentes são uma boa ferramenta de controlo do GR dos lances e principalmente na decisão do jogador contrário.

Segue o video com a jogada toda em várias perspectivas:

Facebook Comments