Alisson Becker: A arte em simplificar, da eficácia e serenidade, de um dos melhores da actualidade!

Existiu uma defesa que ficou na retina no jogo de ontem, no Brasil 2-0 Argentina, que ditou a passagem dos brasileiros à final da Copa América 2019 que merecia esta publicação. Mas vamos além disso. Vamos a factos e curiosidades na demonstração que Alisson é, efectivamente, um dos melhores guardiões da actualidade.

Vamos a alguns factos: 5 jogos na competição do Brasil, 0 golos sofridos. São “apenas” 8 defesas, é verdade, mas algumas foram de grande craveira.

Ora vejam estas… sendo que no desempate por penaltis contra o Paraguai na ronda anterior, defendeu uma grande penalidade! E além desta, há a “tal” defesa ao livre de Messi ontem que, por via do seu bom posicionamento e deslocamento, fez parecer fácil. Mas não era… de todo!

Se formos a uma outra vertente, mais ofensiva do seu jogo (qualidade do passe), podemos dizer que já fez 93 passes e… só ontem falhou o primeiro, numa eficácia de 99%. Passados 425 minutos… falhou um passe. E esse passe foi uma distribuição longa com o pé e que esteve quase a ficar jogável. Só meteu um pouco mais de força… (ver aqui).

Esta tinha sido a nossa referência, no Twitter, à 3a jornada:

Por tudo o que representa nesta selecção, pela qualidade que demonstra no jogo – durante a época no Liverpool, onde foi decisivo na conquista do título europeu, e agora pelo Brasil – é, de facto, uma certeza no topo dos guarda-redes a nível mundial. Que guarda-redes incrível.

 

Facebook Comments