A importância do reajuste de posicionamento mediante a bola. CAN’19, num “golão” de Diaby (Análise)

Por Gonçalo Xavier, Fundador e Gestor d’A Última Barreira

Foi muito falado nas últimas horas que Diaby, jogador do Sporting CP, fez um golo incrível. E é verdade que foi um grande remate… mas podemos olhar para o GR. Porque existiram coisas que poderiam, mesmo com o ímpeto do remate, ter sido adoptadas para evitar o golo. O jogo ficou 4-1 para o Mali contra a Mauritânia.

A importância do conhecimento do GR no espaço e nos movimentos do adversário. A lógica é de redução de êxito contrário, numa perspectiva de baixar as probabilidades das mesmas.

O lance e a análise ao GR, de seguida no texto:

Situação 2v2:

  • Diaby com bola controlada do corredor direito para o centro. Avançado sai na profundidade para tentar arrastar algum defesa.
  • Lance podia pedir um GR ligeiramente mais alto para poder responder a um possível passe para o espaço, pois existia uma zona grande nas costas da defesa que podiam necessitar de uma cobertura mais próxima

Posicionamento:

  • Posicionamento tem de estar enquadrado com a bola e o lado de onde vem. Se estava na direita do ataque, o seu posicionamento tinha de estar desse lado. À medida que o jogador contrário ia para zonas centrais, ele alinharia também mais ao centro.
  • Poucos ajustes no posicionamento do GR – entre diferença da bola estar no corredor ou ao centro e estar coberta ou não.
  • A bola muda de local e não existiram ajustes na posição. E assim foi apanhado desprevenido…

Um bom posicionamento pode, muitas vezes, fazer a diferença entre um possível “golaço” ou uma defesa “fácil” e “à figura”…

Facebook Comments