Defensivamente não foi o melhor… e ofensivamente? As lições de distribuição de Sommer!

  • Gonçalo Xavier, Fundador e Gestor d’A Última Barreira

O jogo não correu nada bem, ao nível defensivo, para Yann Sommer contra Portugal na vitória por 3-1 dos lusos que garantiu a presença na Final da 1a Edição da Liga das Nações. Contudo, apesar desses insucessos ao nível da defesa de baliza, Yann Sommer deu lições que merecem destaque e serem faladas – e até absorvidas – numa óptica de ensino na distribuição.

No jogo contra Portugal fez 27 passes e acertou 96% dos mesmos. Mas ficam as suas lições, com os respectivos vídeos a demonstrar:

A importância de recuperar de um erro e possuir confiança para fazer o que está bem potenciado e estudado em treino. Levantar, apoiar, executar:

A importância de executar, o passe, e ter uma decisão bem pensada antes. Além disso, estar com o corpo devidamente equilibrado e orientado para a execução do passe ser mais segura e natural. A mais valia do “passe ao primeiro toque”:

A importância de levantar a cabeça (visão periférica) e analisar as possíveis linhas de passe e possibilidade de progressão dos colegas de equipa (há risco de perda de bola ou não?) e de ter sempre uma hipótese mais segura para entregar caso a primeira opção não se verifique:

 

Facebook Comments