“Me llama señor tranquilidad”… Iker Casillas na simplicidade e confiança

Ontem, no Tondela 0-3 FC Porto, Iker Casillas teve um momento daquilo que mais lhe podem apontar ao dia de hoje: tranquilidade, serenidade… confiança.

Em contexto de bola parada defensiva, é usual usarem pelo menos um homem na barreira. Barreira essa que é referência para quem bate principalmente. Contudo, num bola entre o meio-campo e grande área, Iker não colocou ninguém a opor-se ao batedor e estava colocado perto da pequena área. O lance não daria em nada mas pelo menos fica a mensagem, de forma indirecta, que passou de confiança no lance para os colegas e adversário. Em alguns passos:

  • Inexistência de barreira a opor-se ao batedor.
  • Pé esquerdo do batedor logo com mais probabilidade de haver cruzamento. Com isso, o posicionamento do GR vai mais do centro para o 2o poste.
  • Os apoios de Iker orientados para o batedor/bola, preparado para um cruzamento ou um eventual remate ao 1o poste
  • O homem defensivo perto do batedor, está a controlar um possível passe curto em largura (lado esquerdo) protegendo a zona.
  • Linha defensiva uns 2/3 metros à frente da grande área.

Por vezes mais que defender… é preciso saber quando e como se deve evitar problemas…

Fica o video:

Facebook Comments