“Dá-lhe a bola no pé, que ele saberá como sair a jogar” – Cillessen com os pés, sob pressão

As escolas de Ajax e Barcelona são das melhores que se pode ter para o desenvolvimento de qualquer guardião. E Cillessen está a dar continuidade ao trabalho que fez na Holanda e a cimentar-se como um guardião de grande qualidade (um exemplo na defesa de baliza, neste mesmo jogo contra o Tottenham)

Cada vez mais completo, confiante, todas as suas acções têm boas bases de decisão e são feitas de forma natural. No que diz respeito à distribuição de jogo, com os pés, há algo que o caracteriza: além de saber jogar com os dois pés, reage bem sob pressão na procura do melhor jogador para quem passar, seja a curta ou média distância. Mas, para lá disso, perante passes atrasados ele muitas vezes dá um ou dois passos atrás para ganhar espaço de acção, tempo de pensamento e execução. Fazendo-o de forma equilibrada, sai tudo de forma natural. Como os bons pormenores fazem diferença para uma boa acção…

Eis o exemplo do jogo desta semana na Liga dos Campeões no Barcelona 1-1 Tottenham, neste contexto de jogo:

 

Por Gonçalo Xavier, A Última Barreira 

 

(Carregar na imagem para ver o website e a sua oferta, entre luvas, equipamentos, materiais de treino)

Resultado de imagem para patreon logo

SUPORTAR A COMUNIDADE UB A MANTER-SE ACTIVA:

Ajudem A Última Barreira em “Patreon” com apenas 1 euros, e damos conteúdos exclusivos e personalizados à tua imagem/pedido.(clicar no link) e podem sempre enviar-nos email para ultimaabarreira@hotmail.com

 

PODEM OUVIR O PRIMEIRO PODCAST UB AQUI: (OUVIR AQUI)

SIGAM-NOS NAS REDES SOCIAIS (CLICAR NAS IMAGENS):

Resultado de imagem para youtube logoResultado de imagem para facebook logoResultado de imagem para twitter logoResultado de imagem para instagram logo

Facebook Comments