Mais uma época que vai começar e mais uma vez conseguimos reparar que as balizas dos 3 grandes portugueses (Benfica, Sporting e Porto) têm poucos guarda-redes de nacionalidade portuguesa.

Com a saída de Rui Patrício do Sporting para o Wolverhampton começamos a pensar quem será o próximo guarda-redes Português a ser titular numa das balizas de Benfica, Sporting ou Porto e deparei-me com um problema, a pouca existência/ preferência de guarda-redes portugueses nos 3 grandes em Portugal.

Passo a explicar o cenário.
Na baliza do Benfica:
Com a possibilidade do empréstimo de André Ferreira um jovem com enorme qualidade e com a venda do habitual titular a baliza do Benfica, Bruno Varela, posta em cima da mesa, a baliza encarnada parece perder os dois únicos guarda-redes portugueses existentes num lote onde fazem ainda parte Svilar (um jovem talento mas com ainda muito para aprender) e Odysseas Vlachodimos (um também jovem guarda-redes, que vem de um campeonato estrangeiro); podemos ver na baliza do Benfica muita juventude e acima de tudo pouco sangue português.

Na baliza do Sporting:
Talvez seja a baliza que mais aposta na juventude, e na prata da casa, onde teremos Maximiano a trabalhar lado a lado com Salin e Viviano dois guarda-redes que podem ajudá-lo a crescer. Se há uns anos vimos um miúdo da formação a ser aposta firme na baliza (Rui Patrício embora jovem era aposta de todos os treinadores desde Paulo Bento) porque não esperar que aconteça o mesmo com o Max?

Na baliza do Porto:
Com a recente falta de minutos de José Sá nos jogos de pré-temporada e com a chegada de Fabiano e a permanência de Vaná a baliza portista fica sem mais nenhum português para ser aposta de Sérgio Conceição. Basicamente José Sá terá de provar uma vez mais o seu valor através do trabalho diário nos treinos e jogos amigáveis para voltar a ter uma oportunidade na baliza do Porto. . Aquele que em tempos foi titular da baliza do dragão, remetendo para o banco Iker Casillas já provou que tem capacidade para ser titular da baliza portista num futuro próximo e quem sabe possa aproveitar algum contratempo que Casillas possa ter para voltar a fixar-se como titular da equipa portista.

Na minha opinião opinião a baliza que poderá ter um português a jogar, se não se confirmar os rumores das vendas e empréstimos no Porto e Benfica, será a Baliza do Porto com a aposta em Sá já que a baliza encarnada parece apostar em Vlachodimos pelo menos numa fase inicial.

Em suma, longe vão os tempos em que as balizas dos três grandes eram na maior parte compostas por guarda-redes portugueses, vendo-se cada vez mais aposta em jovens com potencial futuro ou soluções para o imediato vindas do estrangeiro ou até guarda-redes de referência de outros campeonatos verificando-se assim um decréscimo de guarda-redes portugueses nas principais equipas dos 3 grandes em Portugal.

  • por Frederico Hilário

SIGAM-NOS NAS REDES SOCIAIS:

Youtube: 🔹 https://www.youtube.com/channel/UCSAd_8CbIO9iicMhSuVaPLg

Facebook: 🔹 http://www.facebook.com/ultimabarreiracom

Instagram: 🔹 http://www.instagram.com/ultimaabarreira

Twitter: 🔹 https://twitter.com/UltimaaBarreira

Facebook Comments