Insólito: Treinos com o treinador na baliza e está um avançado na convocatória… como guardião suplente

Isto está mesmo a acontecer num Mundial de selecções… A Tunísia tem dois dos três guardiões lesionados e, para o jogo contra o Panamá, entrará para a titularidade o terceiro guardião: Aymen Mathlouthi, curiosamente o guardião da selecção com mais jogos disputados, 75 internacionalizações. Mas não é isto suficientemente insólito, é apenas azar jogarem com o terceiro guardião por lesão dos restantes. O insólito vem agora…

A Tunísia requereu à FIFA autorização para inscrever outro guardião, pois já sabiam disto desde 2a feira, para terem alguém da posição no banco e neste momento não tinham. Foi rejeitada essa hipótese. Andavam a treinar, em conjunto, com um treinador na baliza e apenas com um guardião activo. E agora o que fizeram para contornar isto tudo? Simples… meteram o avançado da selecção, Ben Youssef, na baliza. É alto e vai ele para o banco como guarda-redes. Deve ter sido este o critério…

Isto num Mundial, acreditem, não é uma anedota… que insólito. Fecham hoje a participação no Mundial, já estando eliminados, contra o Panamá.

O treino com o treinador a guardião: (ver aqui)

 

 

Facebook Comments