Análise: Da lista de coisas que não é, de todo, boa no Mundial’18

Se a imagem em destaque é representativa, o que dizer do video?

Os recuos para as zonas erradas, os apoios mal orientados, o corpo desiquilibrado, o excesso de cobertura do primeiro poste, o corpo que não está orientado para o adversário que é o portador da bola… nada foi bom. Por sorte a bola embateu na barra do lado descoberto mas algo muito sério a rever, nas bases, por parte do guardião senegalês N’Diaye, que é um dos membros mais frágeis desta selecção que tem na sua maioria experiência de Premier League – sendo mesmo este o único que joga no seu país natal…

Uma lição do que não se deve fazer. 

 

Facebook Comments