5º Congresso Internacional de Treino de Guarda Redes (Dia 2)

Com o apoio na divulgação d’A Última Barreira, o 5º Congresso Internacional de Treino de Guarda Redes no Porto teve hoje o seu segundo dia que visou o trabalho de campo com várias apresentações práticas.

Uma das novidades deste ano é a parte prática do evento realizar-se no Estádio do Bessa. Os Guarda-Redes presentes no evento são maioritariamente Guarda-Redes profissionais patrocinados pela marca do evento – a NGA. Para além de Guarda-Redes profissionais o evento contou com Guarda-Redes femininas e ainda jovens Guarda-Redes.

Frederick Goessling (RB Leipzig)

Na continuação do que foi a sua apresentação teórica, o alemão trouxe-nos a sua metodologia de trabalho muito focada nas tomadas de decisão “sob pressão”, focando os vários contextos na temática também abordada no dia anterior: a definição sair x ficar (os encurtamentos x aguentar posicionamento). Partindo de contextos mais fechados e acabando em contextos abertos com imensa variabilidade Frederick demonstrou várias vezes a importância dos pormenores.

Jerome Hiaumet (Stade Rennes FC)

A segunda apresentação do dia, proveniente de França, teve nova metodologia de trabalho em mostra.  As várias progressões demonstradas foram exemplo de uma metodologia vincada ao longo dos vários exercícios, onde, por exemplo, a questão da posição base do Guarda-Redes foi um dos temas mais focados (posição base muito própria da metodologia de trabalho do clube). Jerome conseguiu em exercícios simples tocar em várias temáticas mas claramente a defesa de baliza foi a questão principal abordada.

 

Daniel Correia (Vitória SC)

Em português se fez a terceira apresentação do dia e igualmente como todos os outros portugueses do dia demostrou que em Portugal existe muita qualidade no Treino de Guarda-Redes. Tocando somente num momento de jogo (transição ataque – defesa) Daniel falou e executou os vários exercícios sobre o controlo do espaço nas costas da defesa (controlo de profundidade) e o chapéu. Abordou de forma sistemática e falando nos vários princípios subjacentes a este momento de jogo o que procura ver no seu Guarda-Redes em jogo. E foi aí que focou todos os exercícios: o contexto de jogo.

 

George Skiathitis (PAOK)

Na última apresentação da manhã nova metodologia de trabalho. Desta vez focado na temática do 1x GR. Várias foram as progressões ao longo dos exercícios demonstrando uma preocupação clara na progressão lógica da sessão de trabalho (do mais analítico para o mais complexo e do mais fechado para o mais aberto). Apesar de não ter falado sobre as várias técnicas deste momento de jogo aprofundou os princípios subjacentes que procura no 1x GR na sua metodologia de trabalho.

George Skiathitis (PAOK) 1×1 situation in @goalkeepingcongressportugal

A post shared by A Última Barreira (@ultimaabarreira) on

António Ferreira (Shakhtar Donetsk)

Na primeira sessão da tarde mais um Treinador português. A temática abordada continua a dificultar a vida a muitos Guarda-Redes: os cruzamentos. E foi através de várias situações de jogo que o Treinador de Guarda-Redes do atual campeão da Ucrânia trabalhou este momento. Deu-nos a conhecer a sua metodologia de trabalho e como procura passar a ideia coletiva de equipa em jogo para o trabalho específico de Guarda-Redes. Notou-se uma grande preocupação por colocar o Guarda-Redes a ler e decidir em função da situação e a comunicar com os seus colegas de equipa.

António Ferreira (@fcshakhtar) Contexto cruzamento in @goalkeepingcongressportugal

A post shared by A Última Barreira (@ultimaabarreira) on

 

Jorge Veloso (T4Pro)

A segunda sessão da tarde trouxe um novo mecanismo que visa ajudar o Treinador de Guarda-Redes a poder trabalhar com vários Guarda-Redes ao mesmo tempo de forma mais facilitada e prática. Foi um momento diferente onde o Treinador mostrou várias possíveis utilizações do material. É claramente uma ferramenta que pode ajudar os Treinadores que trabalham com muitos Guarda-Redes ao mesmo tempo.

 

Gustavo Pinero (Selecções jovens Argentina)

Numa metodologia muito própria, Gustavo trouxe as suas ideias sobre o jogo de pés no Guarda-Redes. Mostrou através de vários exercícios fechados alguns princípios base que procura incutir nas seleções jovens da Argentina. Ao invés do esperado e visto no dia anterior na sessão teórica, o Argentino somente falou e trabalhou o jogo de pés.

Daniel Araújo (vencedor do concurso “Mostra o que vales”)

Esta foi uma das novidades desta edição do Congresso. A oportunidade de fazer parte dos preletores e apresentar um tema no programa prático. O vencedor foi Daniel Araújo, jovem treinador que veio nos falar sobre a sua metodologia de trabalho no controlo do espaço. Apresentou algumas situações de jogo onde fez com que os Guarda-Redes tivessem vários contextos de controlo de espaço onde tivessem de ler e interpretar as situações e tomar as melhores decisões.

 

Clinic Treino Guarda-Redes

Outra das novidades do Congresso foi a abertura de um concurso para jovens Guarda-Redes onde estes se podiam inscrever para ter um treino com Treinadores de Guarda-Redes de primeira linha. Neste caso, uma sessão de manhã e de outra tarde fez as delícias dos mais novos que “beberam” do conhecimento de César Gomes (Rio Ave) e de Daniel Correira (Vitória de Guimarães).

Amanhã (domingo) o Congresso vai irá ter o seu último dia todo dedicado às sessões práticas. Estarão entre os preletores alguns nomes internacionais e portugueses, entre eles Manu Soleto, Will Coort, César Gomes, Fernando Ferreira, entre outros.

Facebook Comments