5º Congresso Internacional de Treino de Guarda Redes (Dia 1)

Com o apoio na divulgação d’A Última Barreira começou hoje e dura até ao próximo domingo, 27 de Maio, o 5º Congresso Internacional de Treino de Guarda Redes no Porto.

A Última Barreira fará a cobertura do evento ao longo destes 3 dias de Congresso onde se esperam algumas novidades relativamente às edições anteriores. Com um painel de oradores de excelência, tanto a nível nacional como internacional, este é cada vez mais um Congresso que marca pela excelência de reunir especialistas na área específica do Treino de Guarda-Redes.

À partida para este primeiro dia de Congresso, que foi de âmbito teórico, foram anunciadas algumas alterações aos prelectores presentes. Christophe Lollichon (Chelsea), Paulo Grilo (Bordéus) e Ricardo Pereira (Standard Liege) infelizmente não podem marcar presença. Para ocupar as suas vagas a organização trouxe George Skiathitis (Paok), Jerome Hiaumet (Stade Rennes FC) e Fernando Ferreira (SL Benfica).

Catapult

A empresa, que já tinha marcado presença nas edições anteriores, este ano é uma das surpresas. Para além da apresentação do seu dispositivo “G5” e de mostrar como esta tecnologia pode auxiliar o treino de Guarda-Redes os participantes poderão ver em prática o modelo, já que este será utilizado durante as sessões práticas do dia de amanhã e no dia seguinte estarão disponíveis os dados recolhidos e analisados aos participantes.

Erskine Schoenmaker (Seleção Holanda Feminino)

O Treinador de Guarda-Redes das atuais campeãs europeias (na foto de capa) trouxe a sua visão sobre o futebol feminino na Holanda e as principais diferenças entre treinar Guarda-Redes do sexo masculino e do sexo feminino.

Gustavo Pinero (Argentina)

O Treinador de Guarda-Redes das seleções base da Argentina (até sub-20) com largo currículo, incluindo tendo trabalhado com a seleção principal da Argentina, falou sobre a diferença entre o planeamento num contexto de clube e no contexto de seleção. Fez ainda um ponto de situação quanto à situação do Futebol na Argentina e como a falta de infraestruturas e de formação dos técnicos prejudica a qualidade do produto final (neste caso Guarda-Redes). Com uma metodologia claramente focada nos aspetos técnicos e físicos do Guarda-Redes falou da importância que este trabalho tem para os Guarda-Redes sul americanos.

Neil Miron (master trainer)

A organização trouxe um técnico especializado no treino de força… para Guarda-Redes. Numa visão mais moderna, o Personal Trainer (de aspetos físicos) do Guarda-Redes. Foi uma sessão em que demonstrou alguns dos seus materiais mais utilizados (utilização de elásticos e bandas de resistência).

Frederick Goessling (RB Leipzig)

O Treinador de Guarda-Redes da equipa alemã (na foto acima) falou do Modelo de Treino da estrutura do Leipzig e da influência que o modelo de jogo tem na forma como se preparam os Guarda-Redes nesta estrutura. Com vários exemplos em vídeo demonstrou a importância de treinar a tomada de decisão “sob pressão” e das várias situações que são esperadas para o seu Guarda-Redes em jogo. O Controlo da Profundidade foi um dos temas mais aprofundados pelo mesmo contando ainda algumas histórias curiosas sobre o atual Guarda-Redes do RB Leipzig – Péter Gulácsi.

Jerome Hiaumet (Stade Rennes FC)

Uma visão sobre o trabalho do Treinador de Guarda-Redes na formação e como a estrutura do Rennes organiza todo o trabalho dos Guarda-Redes ao longo da semana e da época. Apresentou alguns exemplos práticos do dia-a-dia dos Guarda-Redes do clube assim como os vários tipos de trabalho realizados (técnicos, tácticos, físicos e mentais). Apresentou ainda algumas ideias menos comuns (uso de trampolins, yoga, entre outros) que são usadas na segunda maior academia de França.

Prémio Record e Homenagem a Bruce Grobbelaar

Como é comum em todas as edições a organização deu o prémio Record ao Treinador de Guarda – Redes Campeão Nacional, neste caso, Diamantino Figueiredo, Treinador de Guarda-Redes do F.C. Porto. No seu discurso realçou a importância cada vez maior da existência de um Treinador específico de Guarda-Redes.

A homenagem “Redes Seguras” a Bruce Grobelaar, ex-Guarda-Redes da época de ouro do Liverpool, foi mais um momento em vídeo onde os participantes puderam revisitar tempos passados e reviver grandes intervenções. Os tempos mudam mas uma grande defesa continua a ser uma grande defesa e esta homenagem mostrou isso mesmo.

Mesa Redonda

No final houve espaço para os Treinadores Principais falarem sobre os Guarda-Redes. E que bom foi ouvir falar Daniel Ramos (Marítimo), Miguel Cardoso (Rio Ave) e Abel Ferreira (Sporting de Braga). Uma visão moderna sobre a importância do papel do Treinador de Guarda-Redes no seio das equipas técnicas e da importância dos Guarda-Redes na aplicação dos seus modelos de jogo. Durante a conversa ainda houve histórias engraçadas e curiosas sobre alguns momentos desta época que envolveram os Treinadores Principais e os seus Guarda-Redes. Mais uma vez ficou provada a importância deste tipo de Congressos e ações naquilo que é o desenvolvimento da posição específica do Guarda-Redes.

Amanhã (sábado) o Congresso retoma com as várias sessões práticas.

Facebook Comments