II Seminário Internacional de Treino de GR em Tróia

Com o apoio na divulgação d’A Última Barreira, começou ontem e dura até domingo, dia 20 Maio, o II Seminário Internacional de Treino de GR em Tróia.

Jorge Jorge:

O Doutor Jorge Jorge (apresentação aqui) mostrou na parte prática os exercícios que falou ao longo da sessão teórica, sobre a visão.

Prof Jorge Jorge, exercícios para a visão

Publicado por The UB em Sábado, 19 de Maio de 2018

Nick Swinnen:

Coordenador da formação dos belgas do Club Brugge, dos Sub-7 aos sub-14 falou de como se trabalha no clube e o que procuram aprimorar nos jovens guardiões. Falou de qual o guardião ideal para si (onde, na sala, gerou burburinho a questão do mínimo de altura ser de 1.85m) e de ser preferir a morfologia ao talento, se se pudesse medir desta forma um jovem atleta.

Que o clube valoriza os seus atletas, com formações de topo onde todos têm de ter diploma escolar para conseguirem jogar no Brugge.

Na distribuição, a regra dos 3 segundos é a base desta temática. Não podem demorar 3 segundos a fazer um passe com o pé, seja curto ou longo. E é estimulado desde as categorias base. No treino, executa os exercícios de forma personalizada com base na análise de video do jogo.

E numa das citações da manhã, referiu: “não julguem demasiado cedo”, como lição a quando alguém erra em jovem… não é um drama, mas uma lição aprendida. Dando exemplos de Courtois, Oblak e Donnarumma em jovens e comparando com a actualidade.

Muitas outras informações foram dadas, mas fica um excerto da sua parte prática:

Nick Swinnen (Club Brugge) com a colaboração de José Moreira.

Publicado por The UB em Sábado, 19 de Maio de 2018

Luca Sorrentino:

Coordenador do Napoli, treino GR, dos Sub14 ao 19, focou muito na capacidade de pensar, executar de forma simples ou complexa.

“O maior oponente não está fora, mas dentro de cada um. Por isso ser importante o trabalho mental”.

A experiência parte do foco, passa pela análise, depois pela tomada de decisão, avaliar rendimento e isso pode levar a uma interpretação e razão para se dizer se tem experiência ou não.

Numa forma muito dinâmica, comunicativa, alegre, deu a parte prática da seguinte forma:

Luca Sorrentino, Napoli, com a colaboração de José Moreira e Pedro Santos.Escola de Guarda- Redes Nuno Monteiro

Publicado por The UB em Sábado, 19 de Maio de 2018

 

Hugo Ribeiro (SL Benfica)

O treinador de sub15 do Benfica, abordou parte da metodologia e da visão do seu treino no escalão. Do planeamento à performance, era o título.

Hugo Ribeiro fundamentou a sua apresentação nas 5 fases do seu trabalho: análise do contexto, definição de objetivos, planeamento, execução e avaliação.

A análise do contexto mostra-se fundamental para suportar todo o trabalho de uma época uma vez que sabemos onde estamos a trabalhar, as condições e recursos que temos, tornando o nosso trabalho mais eficaz;

A definição de objectivos guiará o nosso trabalho, sendo que o grande lema, no caso, é formar a ganhar; 

No que diz respeito ao planeamento, Hugo Ribeiro mostrou uma perspetiva inovadora no que à organização de conteúdos diz respeito, partindo dos momentos gerais do jogo (organização ofensiva, transição defensiva, organização defensiva, transição ofensiva) para os momentos específicos do guarda-redes (defesa da baliza, cruzamentos, 1xGR, zona-espaço, passe atrasado e distribuição de jogo, esquemas tácticos ofensivos e defensivos). Cada um destes momentos específicos é dividido em vários sub-momentos que culminam numa decisão e consequente acção do guarda-redes (saída a cruzamentos, participação na organização ofensiva da equipa, etc).

Os participantes tiveram oportunidade de assistir a vários cortes dos vários momentos falados acima em situação de jogo pelos guarda-redes dos iniciados do Benfica, mostrando o resultado prático de todos os conteúdos partilhados anteriormente.

Por fim, partilhando os métodos de avaliação partilhados, foi mostrada a valorização que o treinador dá à escala de percepção subjectiva do esforço (escala de Borg) naquilo que é o controlo da intensidade do treino e do cansaço dos atletas.

(Palestra Hugo Ribeiro, aos olhos de Eduardo Cachulo)

Mesa redonda:

Na mesa redonda, ao final do dia (depois de jantar), foi um espectáculo de amor pela posição de gr. Moderado por José Moreira, contou com as presenças de Matthew (jovem de 11 anos do Canadá), Carina (Estoril), Maringá e Rodrigo (Pinhalnovense) e por fim, o mais esperado, Cláudio Ramos (Tondela). 1h e meia de muito debate interessante sobre as balizas.

Mas antes disso, uma homenagem surpresa a Pedro Alves, ex Cova da Piedade, de meia hora que terminou com o mesmo emocionado. Foi em video, com algumas das boas e más imagens da sua carreira e com mensagens de quem o acompanhou no caminho profissional. O guardião terminou a carreira de futebolista profissional há poucos dias.

Facebook Comments