“Deixa-os falar”.

Keylor Navas erra, como todos. Acerta, como todos.

E ele acerta mais que muitos. Errou no primeiro golo. Verdade. Traído e levado por um olhar que o traiu mais que um amor à primeira vista enganado. Mas olhou para a baliza, percebeu o erro, recolheu a bola e ergueu-se.

Num dos maiores estádios do mundo, erra só uma vez. E chega esse erro. Um herói erra mas é na sua capacidade de se levantar que se vê a sua força. E essa… ele tem de sobra. É um guerreiro a nível mental. E é pouca coisa que o bate… só de vez em quando uma bola dentro da baliza. Acontece.

Fica o seu resumo de ontem. Um erro num golo sofrido do Bayern, o resto sucessos. Escolham o que acharem melhor salientar.

(Por Gonçalo Xavier, A Última Barreira)

E Zidane, seu treinador no Real Madrid, saiu em sua defesa:

Keylor é incrível mentalmente. O erro no golo é de todos, não só dele. Ele na segunda parte fez 3 grandes defesas. Esteve bem.

 

O erro por tentativa de adivinhar o que o lateral adversário ia fazer:

 

As duas defesas (decisivas) a remates de Ribery:

 

Facebook Comments