Na simplicidade das acções se encontra a perfeição.

Alisson contra o Barcelona em dia histórico para a Roma, que virou a eliminatória de forma épica contra os espanhóis, esteve perfeito… na simplicidade e execução das suas tarefas. E não precisou de dar confiança à equipa com defesas vistosas, apenas eficácia das suas acções.

Na distribuição curta e sempre acertada que permitia à Roma sair desde trás a jogar, no controlo da profundidade que permitiu à Roma subir no campo e pressionar muito alto e sempre com a confiança no espaço no seu meio campo defensivo e nos posicionamentos sempre coerentes. Ora vejam:

 

Gonçalo Xavier, A Última Barreira
Facebook Comments