A um nível profissional cada vez mais a monitorização de treino é uma ferramenta essencial. Os Guarda-Redes não são diferentes. No vídeo apresentado abaixo temos o exemplo do AFC Bournemouth da Premier League (Inglaterra).

Para além da análise tradicional via vídeo dos Guarda-Redes podemos ver como o clube utiliza o dispositivo G5 da empresa Catapult para analisar várias variáveis do treino, como por exemplo o número de impulsões realizadas pelos Guarda-Redes ou até mesmo o número de quedas realizadas numa sessão de treino. Mais importante ainda é a análise de todos estes dados e o transporte dos mesmos para o planeamento do treino e a melhoria dos Guarda-Redes.

Relembrar que dois destes técnicos do clube estiveram na edição passada do Congresso Internacional de Guarda-Redes em Portugal.

Opiniões?

 

Facebook Comments