O Estoril de Praia anunciou a contratação de Renan Ribeiro, guardião brasileiro, ao São Paulo, ele que era tido como um dos possíveis sucessores de Rogério Ceni na sua baliza. Mas (ainda) não confirmou tal auguro.

Mas afinal… qual a razão para esta contratação? Tentámos perceber a cabeça directiva dos “canarinhos” e eis algumas possíveis conclusões:

  • Potencialização de um activo: “Jovem” para guarda-redes – 27 anos de idade – e uma oportunidade de possível negócio futuro. Com a marca do Atlético Mineiro na formação e do São Paulo na idade sénior, teve uma escola reactiva (falo mais à frente). Em comparação com Moreira que já tem alguma experiência e que monetariamente já não trará grandes proveitos ao clube, apenas desportivos. E esta contratação do brasileiro é uma boa oportunidade de negócio e de contratação desportiva.
  • Mudar de ideia do que querem para a baliza: Esta questão é muito simples;
    • Renan Ribeiro é um guarda-redes que se resguarda na baliza e procura ser um shot stopper puro a ser massacrado (e sente-se confortável no papel)
    • Moreira já foi assim e actualmente está mais completo nas suas acções, principalmente tácticas na saída de bola e jogar mais longe da baliza, tentando a antecipação ao invés da reacção.
    • Com isto, e tendo em conta que o Estoril joga com a linha defensiva muito avançada que exige um posicionamento do guardião mais adiantado, pode querer passar para uma linha mais defensiva e segura e apostando menos riscos na estratégia.
  • Oferecer “apenas” concorrência de maior gabarito após a grave lesão de Luís Ribeiro no início da época, dando espaço de competição “saudável” entre ambos e de Thierry crescer na sombra (3o guarda-redes).
  • Preparar a baliza da próxima época: Meia época de adaptação de um guarda-redes de alguma qualidade para ser titular na próxima temporada tendo em conta as expectativas do clube “canarinho” e criar uma base para o futuro a médio prazo. Moreira pode sair no final da época (apesar de ter contrato até 2019) e assim ficava a baliza resolvida. De relembrar que é a sua primeira experiência fora do Brasil.

Podem ser estas algumas destas razões ou nenhuma. Mas estas poderão ser (sem discriminar preferência, apenas hipóteses) para o motivo desta contratação. E em conclusão, foi uma grande movimentação para a baliza que deixa muita coisa em aberto para a qualidade presente e futura, tanto em relação a Renan como a Moreira. Do Brasileirão para a Primeira Liga Portuguesa.

Fica um pequeno video com algumas boas defesas da sua parte:

  • Gonçalo Xavier, A Última Barreira
Facebook Comments