Uma das notícias da semana foi a eliminação da Itália no caminho para o Mundial’18. Foi às mãos da Suécia que tal foi impedido e muito se deve a um grande rigor táctico e trabalho de equipa.

E um dos pontos chave desta eliminatória, principalmente no jogo da 2a mão que terminou 0-0 (no primeiro jogo a Suécia venceu 1-0), foi o guardião do Copenhaga – Olsen – que rubricou uma exibição segura em toda a eliminatória, plena de inteligência e tomadas de decisão correctas.

 

Exemplo disso é esta defesa a remate de Immobile:

Destacamos quatro momentos:

  • O posicionamento alto de Olsen, que mesmo a recuar está sempre dentro do lance para uma possível bola batida em profundidade pelo chão ou pelo ar para o meio dos seus centrais;
  • O foco… e comunicação com o lateral esquerdo para ele recuar pois estava um italiano sozinho a surgir;
  • A tomada de decisão de encurtar ao limite e de forma mais rápida Immobile num dos seus movimentos mais habituais – quebra na defesa adversária e procura da profundidade e do remate “fácil”.
  • Como o guarda-redes não joga sozinho, a forma como a defesa sueca protege o seu guardião nas suas costas após a saída e cortam a bola quando partia para o golo. Grande momento de coesão e união da equipa e até de coordenação entre elementos.

– Gonçalo Xavier, A Última Barreira

Ajudem A Última Barreira e tornem-se um “Patreon” e podem assim obter alguns dos nossos conteúdos Premium, como análises pormenorizadas, em imagem ou video, e outras ofertas como descontos e produtos UB:

Ver aqui – https://www.patreon.com/UltimaBarreira

Facebook Comments