Vem com atraso, talvez por esperarmos que chegasse ao patamar seguinte. E esse foi recentemente atingido com a chegada à selecção principal da Venezuela.

Wuilker Faríñez, 19 anos, guardião venezuelano do Caracas. Começou a ser mais vezes utilizado no seu clube perto do Mundial sub20 que se realizou neste Verão 2017 em que a sua selecção foi a sensação da prova. Contra todas e quaisquer expectativas iniciais, a Venezuela atingiu a final da competição sendo derrotada pela super talentosa e competente Inglaterra.

Entrou na competição como um dos mais valorizados (em valor de mercado) no que dizia respeito aos guarda-redes, estando apenas atrás de Donnarumma e Lafont, representando respectivamente Itália e França. Eram 200 mil euros segundos os sites especializados… e neste momento, principalmente depois do mais recente confronto contra a Argentina, talvez tenha tido uma “subida em flecha”. E é tanto que ele promete… que se ajusta perfeitamente a valorização.

Ontem, no surpreendente empate da Venezuela na Argentina por 1-1, foi o homem do jogo. E com uma exibição de deixar qualquer um de queixo caído. Não por ter feitos gigantes e vistosas defesas (e até as fez…) mas pela segurança e maturidade que empregou na partida. Do primeiro ao último minuto, é de uma consistência técnica e mental acima da média, principalmente para alguém de tão tenra idade e com tão pouca competição relevante no panorama mundial para alguém da sua faixa etária.

E é isso que impressiona. Os posicionamentos relativamente afastado da linha de golo para cortar ao máximo o ângulo de remate do adversário. A rapidez na saída dos postes pelo ar e pelo chão e a precisão nos “timings” e na coerência das decisões. Se desse para contar uma história com introdução, desenvolvimento e conclusão a partir de Farinez, teríamos a certeza absoluta que seria coerente e que nos deixaria colocados ao ecrã ou livro. E isso é algo incrível num atleta e em especial num guarda-redes. Mas há um outro aspecto, além de posicionamentos e acções técnicas e decisões que impressiona… a qualidade com os pés! Pelo ar e pelo chão, tem uma precisão incrível. Aliás, nas reposições com o pé pelo ar, se um dia virem este “rapaz” jogar, irão ficar certamente apaixonados. Mete a bola onde quer!

E são de jogos como os de ontem, contra Messi e outros enormes craques argentinos, que muitos se destacam e se valorizam para outros patamares. E estamos em crer, pela confiança e qualidade que demonstrou (como já o tinha feito no Verão) que não é um acaso. Há muita qualidade naquela pessoa… e está aí para quem quiser ver e aproveitar. E vem de um sítio onde não é comum tanto talento e inteligência nos campos que ocupa. E não é desprimor algum pelo país, é apenas baseado num histórico mais ou menos recente.

O único possível entrave é a sua “baixa” estatura de 1.82m. Se não se deixarem condicionar por este facto… podem ter aqui uma hipótese de quebrar mentalidades e de mostrar que nem sempre de gigantes um guarda-redes se faz. E pode contribuir para essa mudança de mentalidade…

Eis o resumo da partida de ontem contra a Argentina:

Farinez vs Argentina 😲

Este miúdo… é absurdamente bom! 🔝Eis o seu jogo pela Venezuela contra a Argentina no empate a 1 golo de há dias. Incrível… para decorar o nome! Wuilker Faríñez… e tem só 19 anos! 😲Ver o artigo sobre Farinez por The UB em: https://goo.gl/HcMP5R 👌

Publicado por The UB em Quinta-feira, 7 de Setembro de 2017

 

– Gonçalo Xavier, A Última Barreira

 

Facebook Comments