A notícia caiu com grande impacto nos media desportivos internacionais ontem.

Victor Valdés aos 35 anos de idade retira-se do futebol profissional e vai abrir um negócio de agenciamento. Foi titular no Middlesbrough na época passada fazendo 3 dezenas de jogos na Premier League no clube que acabaria por descer de divisão.

24 títulos depois, onde se destacam 3 Liga Campeões, 1 Campeonato do Mundo e da Europa pela Espanha, 6 Ligas Espanholas entre outros títulos, o guardião espanhol retira-se do futebol profissional. Apenas representou 4 clubes na carreira (Barcelona, Manchester United, Liége, Middlesbrough) sendo que três deles foram nas últimas 2 épocas apenas.

Lançado muito jovem pelo Barcelona de Van Gaal, em miúdo ganhou a titularidade a Bonano e Enke. Era o menino de confiança porque se integrava na plenitude no modelo de jogo da equipa. E foi a partir daí que marcou uma posição no estilo moderno de guarda-redes pela capacidade táctica e técnica com os pés. E sempre foi o homem de confiança, durante anos e anos, do colosso Barcelona. Na sua estreia, em 2002, o Barcelona ficou em 6o lugar em Espanha e a partir daí foi sempre em crescendo. E ele manteve a confiança dos treinadores, mesmo tão jovem e com concorrência de relevo como a de Enke e Bonano (internacional argentino na altura). Isto na sua estreia.

Valdés afirmou publicamente numa entrevista difícil que ser profissional é muito duro e que sofreu imenso apesar de tantos êxitos. E que o dinheiro não paga algumas coisas que viveu. Antes de mostrar essa entrevista, apenas agradecemos a Valdés. Um dos guarda-redes mais subvalorizados da história do futebol.

Fica um excerto:

Para a entrevista toda:

 

Facebook Comments