É como ele disse na conferência de imprensa no final do encontro de hoje: “Muitos duvidaram, mas aqui estou eu”.

O Marítimo recebeu hoje na Madeira o Dinamo Kiev e empatou a zero golos. A equipa portuguesa enfrentou o vice-campeão ucraniano e uma equipa que foi eliminada no playoff de acesso à Liga dos Campeões desta época no último minuto. Um adversário de grande nível europeu em comparação com os madeirenses com um histórico reduzido a nível europeu. Mas isto foi só a nível teórico.

Mas no jogo não se perceberam essas diferenças teóricas num jogo equilibrado. O Marítimo equilibrou o jogo mas para ter o nulo precisou de um guardião superlativo… E esse surgiu em grande altura para manter (novamente) a baliza inviolada a nível europeu. Até hoje, tem 3 jogos na Europa e zero golos sofridos! O que por si só é motivo de orgulho. Mas além disso, mostrou esta noite uma capacidade inacreditável em todos os quadrantes do jogo.

Na leitura de jogo para se antecipar pelo chão em lances rápidos para a profundidade, dentro dos postes na reacção a remates interiores ou exteriores, na comunicação oral e corporal (sempre com uma atitude calma e positiva) para a equipa e assertividade em todas as acções. Depois de Portugal, hoje é a Europa que irá falar de Charles. Que exibição perfeita.

Eis o resumo da partida onde lá encontrarão todas as defesas de Charles:

Facebook Comments