Para muitos era o jogo que podia ditar o futuro campeão nacional 16/17 e saiu-se do mesmo sem grandes certezas. 1-1 no final do jogo.

O jogo começou logo mal para a equipa visitante, Benfica, com Ederson a cometer grande penalidade sobre Bas Dost. A passividade da defesa encarnada (com Luisão e Ederson à cabeça) juntamente com a pressão do avançado leonino foram cruciais para o erro do guardião. Passes denunciados e trocados com grande previsibilidade deram a indicação (indirecta) à turma verde e branca de pressionar e procurar o erro… e foi isso mesmo que aconteceu: (ver aqui)

Já não é primeira vez que Ederson comete um erro do género com recepções a passes displicentes cometendo falta de seguida. Mas por vezes o excesso de confiança e de calma provoca isto mesmo: o erro. À mínima distração que existiu a equipa rival não perdoou e fez golo.

Após este erro Ederson jogou pelo menos a primeira parte condicionado na primeira organização de jogo, principalmente no passe longo onde falhou mais de metade dos que tentou, como podem ver por esta estatística GoalPoint: (ver aqui)

Ficou intranquilo tal como o resto da equipa. Pode-se assumir que ficou condicionado pelo erro e que depois foi crescendo na partida e começando a acertar mais no passe a média/longa distância. Este não foi o Ederson que nos habituamos a ver nos jogos “grandes” em Portugal e a nível internacional. Mas há dias menos bons… este foi um deles. 

Erro esse prontamente reconhecido nas suas redes sociais: (ver aqui)

 

 

Facebook Comments