Não é todos os dias que coisas destas acontecem. Passou-se na Segunda Divisão Escocesa e merece ser partilhado.

Sem clube desde dia 1 de janeiro, Pavol Penksa, guarda-redes eslovaco de 31 anos, assinou no dia 8 de março pelo Raith Rovers, da Segunda Divisão Escocesa. Uma situação normal, não fossem os Rovers ter jogo nesse mesmo dia e estarem privados dos outros três guarda-redes do plantel por lesão. Esta situação insólita despoletou a estreia do guardião de 1,93m no próprio dia em que foi anunciada a sua contratação.

“Veni, vidi, vici” deve ter passado na cabeça de Penksa e de todos os adeptos do Raith Rovers após a vitória frente ao St. Mirren por 2-0. A história podia ficar por aqui mas não, o guarda-redes eslovaco foi mesmo considerado pelos adeptos como o homem do jogo, a par de Ryan Hardie, o jogador que marcou os dois golos do jogo. Uma estreia épica!

Os contornos da chegada de Pavol Penksa também demonstram o compromisso e determinação do eslovaco. O guardião era esperado dia 5 de março na Escócia, mas os seus documentos foram roubados no aeroporto de Bratislava. O que fez Penksa? Pediu a documentação de urgência e viajou para a Escócia, do próprio bolso! Para chegar o mais rápido possível.

Chegou a tempo de deixar a sua marca. Que história feliz!

Facebook Comments