Nunca se assistiu a algo assim. Sergio Asenjo estava predestinado a ser um dos melhores e é impedido, sistematicamente, pelas lesões.

Hoje, no encontro contra o Real Madrid teve a sua quarta (!) ruptura dos ligamentos cruzados nos joelhos. Desde 2010 é a sua quarta lesão do género. As três primeiras no joelho direito… hoje no joelho esquerdo. Quando tende a recuperar a forma física e exibicional, volta a lesionar-se. Tem sido sistemático e cada vez há menos esperança para o ver, em alto nível, muito tempo.

Terá (mais uma vez) de mostrar a força psicológica que tem para voltar ao futebol profissional. Mas a esperança em Asenjo, a cada dia que passa, diminui.  E é uma pena… um guarda-redes tão brilhante ser tão fustigado pelas lesões. Ninguém merece…

Facebook Comments