40 jogos imbatíveis. Todos eles seguidos. Ficou esfumada a hipótese de continuar esta senda incrível de jogos seguidos sem perder em poucos minutos, na derrota do Real Madrid em Sevilha por 2-1.

O último golo sofrido pelo Real Madrid, deixou-nos a pensar. No minuto 92, por vezes, falta o oxigénio na cabeça para tomar as melhores decisões mediante contextos tão adversos. A forma de posicionar na área, os deslocamentos… a tomada de decisão. E, além disto, é preciso ter uma percepção do espaço significativo para tomar a melhor decisão. Foi o que  (não) aconteceu neste golo sofrido por Keylor Navas… passamos a mostrar:

No momento do recuo, quando o adversário transporta a bola no corredor central, Keylor Navas fá-lo em direcção ao seu poste mais perto… deixando o outro liberto. Não está na bissetriz entre a baliza e a bola e, como tal, tornou a decisão do avançado mais fácil: colocar a bola em jeito no ângulo livre. E foi o que Jovetic fez.

Má percepção do espaço (e principalmente da baliza) por Keylor Navas que não mostrou discernimento neste lance no momento do recuo. Como tal, a consequência foi clara… o golo sofrido. Um mau momento do costa-riquenho.

Facebook Comments