Ontem Itália acordou com a novidade da mudança nas balizas do AC Milan e Cagliari.

Storari parte para Milão e Gabriel para o Cagliari, numa troca directa de guarda-redes. Mas… que consequências terão estas trocas nas respectivas balizas e o que significam? Passamos a explicar.

Muitos se podem estar a questionar do “porquê” do AC Milan contratar um guarda-redes… quando tem nos seus quadros o jovem Donnarumma. Irá perder a titularidade? Não, de todo. Storari será o complemento perfeito na baliza de Milão e o pensamento é a curto prazo… e pode ser até de médio prazo.

Storari bem recentemente, ao serviço da Juventus (como número dois de Buffon), foi bastante útil em algumas caminhadas vitoriosas do clube, até para não desgastar Gianluigi Buffon com um excesso de partidas. Fê-lo até de forma brilhante e “salvava” Buffon para outras competições (liga italiana e Liga dos Campeões) e garantia segurança nos jogos em que jogava. Depois partiu para Cagliari, que estava na segunda liga, fazendo o percurso de subida de divisão (época passada) e esta época na principal liga italiana.

Storari tem valor reconhecido e, além de “libertar” Donnarumma para outro tipo de encontros (por exemplo, só liga italiana, esta época), poderá oferecer a experiência necessária em treino e no balneário que a baliza de Milão tinha como “vazio” após a retirada de Abbiati no final da época passada. A baliza do AC Milan esta época era bastante jovem e assim ganha, além de um guardião competente, alguém experiente para até ajudar Donnarumma a crescer.

O pensamento vai além desta época (apesar do contrato ser de empréstimo por 6 meses, poderá ser estendido). O AC Milan não está nas competições europeias e espera-se que seja qualificado para a próxima época. E nesse prisma a intenção poderá ser de rotatividade a nível interno ou europeu, mediante as exigências das partidas e mantendo um nível alto de qualidade nas balizas.

No final do dia, o AC Milan fica sempre a ganhar. Liberta um jovem guardião (Gabriel) para um clube onde irá ter minutos e ganha alguém experiente e de qualidade reconhecida para ajudar Donnarumma a crescer e até de fazer minutos e ser decisivo (como foi na Juventus). Apesar de Storari já ter 40 anos de idade, ainda apresenta um rendimento acima da média e regressa a uma casa que conhece bem.

Muitos poderão ter o pensamento legítimo de afirmar que Donnarumma com 17 anos (ainda) precisa de jogar. É certo, mas também precisa ao mesmo tempo de alguma proteção. E Storari dará isso e rendimento desportivo, com toda a certeza. Esperem assim um Milan (ainda) mais forte nas balizas.

 

Facebook Comments