Começou a última fase de apuramento para o Mundial de 2018 que se irá disputar na Rússia.

Para coincidência, foi o primeiro EUA-México após a eleição de Trump. Este resultado final não deve ter deixado o futuro presidente americano muito contente. Os mexicanos ganharam 2-1 no terreno dos fanáticos do “soccer”. Mas políticas à parte, vamos falar do primeiro golo que Tim Howard sofreu, a remate de Layun (FC Porto).

Poucos minutos depois, Tim Howard saiu lesionado. Se jogou condicionado ou se se lesionou no início da partida, não sabemos. Talvez isso sirva de desculpa para tamanha apatia na abordagem ao lance. Mas fica a nossa opinião que está introduzida no título desta notícia: Um mero deslocamento resolvia.

Tim Howard faz-se ao lance de forma tardia e não executa qualquer deslocamento horizontal. Lança-se (fora de tempo) e percebeu desde logo o seu erro. Voou e ficou curto, numa bola que sofreu um ligeiro desvio no seu colega no momento em que a bola partiu. Reparem só na abordagem e no voo de Tim e pensem se ele tivesse feito um mero deslocamento lateral. Se calhar seria uma defesa até “fácil”… Um deslocamento eficaz é meio caminho andado para uma defesa e assim, por consequência, evitar um golo.   

E Tim até vivia um belo momento de forma, depois de ser herói na MLS no desempate por grandes penalidades que ditou a passagem dos seus Rapids à próxima fase. Mas assumimos que foi um erro que surgiu na consequência da lesão…

  • Gonçalo Xavier, A Última Barreira
Facebook Comments