Depois da saída de Mika para o Sunderland, o Boavista (na pele do seu treinador) ainda não encontrou o substituto ideal.

Vejamos os dados…

Nos últimos quatro jogos, o Boavista usou quatro guarda-redes diferentes! Mika no encontro com o Chaves (2-2), Ba contra o Braga (0-3), Meira contra o Feirense (1-2) e Agayev ontem contra o Porto (1-3). Mas as conclusões podem-se extremar ao ver o que é o Boavista com/sem Mika. Vejamos:

Com Mika: 1 vitória, 2 empates. 2 golos sofridos e 2 jogos sem sofrer golos.

Sem Mika: 0 vitórias, 3 derrotas, 10 golos sofridos.

E agora Sanchez?

É uma das dúvidas que deverá pairar na cabeça do treinador depois de experimentar todos os guarda-redes que tinha à disposição. Ba parece que está fora das escolhas depois de não ser convocado para o Dragão ontem. Meira fez um jogo em que saiu derrotado com dois erros de colegas e sofreu golos dessa forma, sem culpa. Agayev (segundo consta) fez uma exibição segura mas um erro fatal a dar o 3ºgolo (ver aqui) aos dragões quando o Boavista estava a crescer na partida.

A dúvida agora para Sanchez, para escolher um guarda-redes será esta: A juventude de Meira e o lançamento de um jovem talento português ou a experiência de Agayev que é internacional pelo Azerbaijão. Nem é uma questão de qual o guarda-redes que encaixa melhor no perfil para o modelo de jogo mas sim aquele que a curto prazo possa dar garantias que, pelo menos, não sofra tantos golos. Mas é um problema da baliza (visível por tantas mudanças nas últimas jornadas) mas também da defesa que não oferece garantias com sucessivos erros. A baliza é apenas uma de muitas dores de cabeça para o mister… 

Facebook Comments