Continuando a seguir a temática da distribuição com os pés, como aqui descrito, enunciamos os piores e melhores desta noite europeia segundo a uefa.com.

Os piores

Existiram dois guarda-redes com poucos passes efectuados hoje. Num total de 7 completados, Malarz que foi derrotado por 6-0 contra o Dortmund e também, com o mesmo valor… Iker Casillas, no empate a 1 do FC Porto contra o Copenhaga. Iker tentou 9 e acertou 7, sendo que os que falhou foram passes longos sendo que Malarz tentou 8 e acertou 7 (falhou 1 passe longo também).

Isto foi em quantidade… e quem foram os menos eficazes? 

Neste capítulo o pior foi Igor Akinfeev com 46% eficácia em 28 passes tentados. Todos os que falhou foram de longa distância.

Perto de si estiveram Subasic (com 52% eficácia em 27 passes tentados em que os falhados foram de longa distância) e Kasper Schmeichel (com 54% eficácia em 28 passes tentados e também só falhou em passes longos em que tentou 22).

Os melhores

Quem mais passou? 

Claudio Bravo destacou-se em quantidade (40 passes feitos) e nem tanto em eficácia, tendo falhado 7 passes, todos de longa distância. De seguida aparece Buffon com 33 passes feitos em 40 em que os 7 falhados foram de longa distância (em 11 tentados). E no fim do top 3 está Burki com 32 tentados… em que acertou todos! 

Quem foi o mais eficaz?

Já respondemos acima a parte desta pergunta. No topo surgem, com 100% eficácia, Burki com 32 passes e Casilla com 24 passes.

Sobre Patrício…

Já foram mencionados os números de Iker Casillas, aqui seguem os de Rui Patricio contra o Real Madrid: Tentou 32 passes e acertou 22. Não fez passes curtos e apenas falhou a longa distância (10 falhados em 27 tentados)

Facebook Comments