Filipe Monteiro, mais conhecido por “Pi” no futsal nacional, é treinador do Módicus de guarda-redes e hoje teve um desabafo… emotivo e acima de tudo sincero sobre o treino de guarda-redes em Portugal. Transcrevemos na integra as suas palavras:

“Depois de ver o que vi esta época e no jogo de hoje mais concretamente cada vez me convenço mais de que ” nós”, treinadores de guarda-redes vamos ter muita importância, num curto espaço de tempo no ” jogo” de Futsal.

O GR é requisitado tantas vezes..impressionante.

Continuem a não dar valor ao nosso trabalho,

Continuem a não dar tempo de treino quer na formação, distrital ou nos campeonatos nacionais, sim porque o Tr Gr só serve pra apanhar umas bolitas no treino,

Continuem a não ter espaço no banco de suplentes específico para o treinador de GR,

Não podem não é???

Pois, treinador de guarda-redes não existe, não conta,

Curso disso também não é preciso,

Tenho o curso de nível II de Futsal e de nada me serve para o trabalho que realizo,

Mas pra ir para o banco como “treinador adjunto” preciso dele,

Depois claro muitos treinadores querem começar como Tr Gr para terem oportunidade porque o objetivo deles é sempre serem treinadores principais,

Foi só um desabafo,

Nós, os apaixonados, estamos a juntar-nos…

ISTO ESTÁ A MUDAR…TEM DE MUDAR… ” no seu facebook pessoal.

Facebook Comments