Começam a sair as convocatórias para o Europeu’16 em França a começar no próximo mês, e só podem ser convocados 3 guarda-redes. Posto isto… quem estará na baliza de França e quem não vai estar?

Foram convocados os inevitáveis Lloris (Tottenham) e Mandanda (Marselha). Além destes dois, foi convocado Costil (Rennes). Principalmente este último deixa dúvidas – não pela falta de talento mas pelas alternativas serem tão boas – numa convocatória que foi controversa noutras posições. Mas com isto… quem ficou de fora?

Ruffier (St.Etienne) 

O guardião de 29 anos que brilha no St.Etienne, vive (tal como na época passada) um dos seus melhores momentos da carreira. Recentemente teve uma série de 6 jogos seguidos sem sofrer golos e pertence à 3º melhor defesa em França (só atrás do campeão PSG e do Lille). É uma das peças chave do projecto do clube e podia estar seleccionável como um prémio ao seu trabalho e dedicação na liga francesa. Além do talento na baliza, dizem que é uma “peça” dentro do balneário… podia ser útil para animar as hostes também!

Areola (PSG/Villareal) 

Emprestado pelo campeão francês ao Villareal (uma das surpresas da liga espanhola), conta com 23 anos e será por ele que o futuro da baliza francesa poderá passar. Depois de uma época fantástica no Bastia, surgiu numa das maiores ligas a nível mundial e não desiludiu. Muitos pensavam que era um guarda-redes de “equipa pequena” mas mostrou durante esta temporada que é muito mais que isso. Brilhou tanto ao ponto de não duvidarmos que os empréstimos irão terminar e regressar (finalmente) à base… ao plantel do PSG!

Podia ser convocado para prepará-lo para o futuro e ambientar-se ao balneário e trabalhos da seleção. Além disto porque seria também um prémio justo pelo trabalho que tem feito nos últimos anos, sendo ele uma das maiores promessas da baliza francesa.

São estes os nomes principalmente que poderiam ser incluídos na convocatória. O que acham? Mereciam tal posto ou os 3 seleccionáveis são justos?

 

Facebook Comments