Quem nunca se sentiu mais seguro e confiante depois de vestir a sua camisola favorita?! Todos nós temos uma cor que mais nos agrada, com mais tendência para cores vivas ou para cores neutras, o que nos faz optar, todos os dias, por uma camisola de determinada cor em detrimento de outra. Será que essa escolha matinal vai influenciar o humor e o estado pessoal para o resto do dia?

E no caso do guarda-redes… Esse mesmo, aquele que veste diferente de todos os outros… Será que a cor do seu equipamento vai influenciar o seu rendimento?

Em Inglaterra, com a utilização de dados estatísticos e através da análise da cor dos equipamentos dos guarda-redes da Premier League pertencentes a clubes de Londres, foi possível chegar a uma conclusão curiosa. E Petr Cech, guardião do Arsenal, pode-se assumir como líder desses resultados!

A estrela do clube londrino tem vestido por diversas vezes o equipamento de cor PRETA, que lidera a classificação como a cor de equipamento que proporciona aos guarda-redes um menor número de golos sofridos (apenas 0.77 golos sofridos quando vestem equipamento escuro). Já o LARANJA assumiu-se como a cor menos eficaz, com uma média de 1.33 golos sofridos.

Em 13 jogos que os guarda-redes da Premier League vestiram o equipamento preto, apenas sofreram golos em 10 desses jogos, perfazendo uma média de golos sofridos de 0.77.

DADOS DAS CORES DE EQUIPAMENTOS DE GUARDA-REDES DA PREMIER LEAGUE (LONDRES)
Cor  Jogos  Total de Golos Sofridos Média de Golos Sofridos
Preto 13 10 0.77
Amarelo 15 15 1.00
Verde 58 62 1.07
Azul Ciano 48 52 1.08
Roxo 13 14 1.08
Laranja 9 12 1.33

Surpreendentemente, o registo do checo, Petr Cech, é melhor quando veste o equipamento azul ciano ou laranja, sendo que ele sofreu, em média, menos de um golo por jogo quando equipou de ciano (com um valor de 0.45 golos sofridos, em média).

O laranja é, estatisticamente, a cor pior para um guarda-redes vestir, com uma média de 1.33 golos a serem sofridos sempre que é utilizado.

De acordo com os dados recolhidos, o guarda-redes do West Ham, Ádrian, sofreu em média 2.33 golos por jogo, nos 3 em que se apresentou com o equipamento laranja.

Resultados bastante interessantes e curiosos que podem ser tidos em conta por treinadores e atletas!

Fonte: (AQUI)

Facebook Comments