As meias-finais do Europeu de Futsal realizado na Sérvia chegaram ao fim e já há finalistas decididos para esta competição que em muito valorizou os guarda-redes europeus.

Na primeira meia-final da competição mediram forças a vice-campeã Rússia e uma das sensações da prova, a organizadora da prova Sérvia. Na Rússia tivemos um Gustavo que foi, literalmente, o homem do jogo. O guardião brasileiro, naturalizado russo, fez uma exibição tremenda. Chegou a sair lesionado, dando o lugar a Vikolov, mas depressa o selecionador russo percebeu que tinha de colocar Gustavo em campo para conseguir sair com a vitória. Vikulov, com culpas no primeiro golo sérvio, voltou para o banco de suplentes e assistiu a um resto de partida brilhante de Gustavo. O guardião russo fez o resto da partida com o braço esquerdo ligado e, mesmo assim, teve um papel preponderante na vitória russa, ao negar imensas oportunidades aos sérvios. Do lado da Sérvia teve um Aksentijević que nada pôde fazer perante o poderio russo. Ainda anulou imensos lances de golo à equipa russa e, muito por culpa do guarda-redes sérvio, o jogo teve de ir para prolongamento.

Na outra meia final o favoritismo espanhol superou-se à surpresa dos estreantes cazaques. O Cazaquistão até começou a vencer por 1-0, mas a suspensão de Higuita e a consequente inclusão de Shamro, tornaram a vida mais facilitada à Espanha. O guarda-redes cazaque foi um dos destaques negativos deste jogo, denotando muitas lacunas no posicionamento e nas saídas da baliza. Talvez por isso Cacau, selecionador do Cazaquistão, tenha optado por usar maioritariamente a situação de 5×4 com um jogador de campo no papel de guarda-redes. Higuita fez sem dúvida uma enorme falta à equipa cazaque neste jogo. Do lado espanhol mais uma grande exibição de Paco Sedano que foi sempre uma barreira difícil de ultrapassar pelos cazaques. Efetuou, no mínimo, três defesas de alto nível, complicando a tarefa aos cazaques.

Grande jogo para a final deste Europeu, com as duas seleções que mais vezes disputaram finais de Europeus da modalidade. Rússia-Espanha mas, mais importante, esperemos que um Gustavo-Sedano. Esperemos que Gustavo possa jogar frente à seleção espanhola. Não esquecer ainda o encontro que atribui o terceiro e quarto lugar. Mais um grande jogo em perspetiva, pondo frente-a-frente duas das surpresas da competição (Cazaquistão e Sérvia) que contam com dois excelentes guardiões: Higuita e Aksentijević.

Facebook Comments