O Grémio e o seu staff técnico está a adoptar uma nova metodologia de treino e têm o objectivo de ser mais quem uma metodologia… mas sim uma filosofia. E o guarda-redes está inserido nesta ideia!

Com o objectivo de melhorar cada vez mais a qualidade de jogo, o clube tem altas aspirações para o novo ano de 2016. E o objectivo é muito simples e consiste em… eliminar os ditos “chutões”. Nem o guardião Grohe escapa a estas indicações novas.

Esta é a segunda medida depois de incentivarem os avançados a chutar mais e terem mais liberdade nesse sentido. E a medida de evitar o pontapé para a frente já está a dar resultados. Num amigável do clube, Grohe não tinha qualquer linha de passe para jogar curto e só tinha a hipótese de chutar para a frente. A sua equipa imediatamente recuou para dar linhas de passe ao guardião mas ele chutou à mesma por não ter um colega em boa posição para receber e “sair a jogar”.

“Um dos objetivos para o ano é esse, melhorar a saída de bola, inclusive comigo. Às vezes é necessário o recuo para o guardião e eu ter a percepção é importante. Vamos trabalhar muito para dar certo. Claro que ninguém vai fazer loucura, mas temos qualidade para sair jogando”  foram palavras de Grohe.

Uma curiosidade… no Brasileirão da época passada, uma das piores estatísticas de lançamentos longos com os pés era de Grohe. Com isto o desafio é ainda maior para a implementação desta filosofia… E como fazer isto? Treino integrado… e podem ler os artigos do nosso Gonçalo Lopes aqui para perceber melhor o que é isto.

Facebook Comments