Acabou 2015 para o futebol nacional. Um ano dificil para Helton que chegou a ouvir que não poderia mais jogar. Começou o ano lesionado, termina o ano curvado perante os adeptos após uma derrota. Ambos momentos maus, mas com um denominador em comum: Helton é o primeiro a enfrentar os problemas e as maiores tormentas.

Hoje o Porto saiu vergado com uma derrota pesada por 3-1 frente ao Maritimo perante os seus adeptos. O capitão, ao seu jeito habitual não se esqueceu de quem está lá a apoiar quase diariamente os seus. Dirigiu-se aos adeptos, curvou-se dentro de campo e pediu desculpa aos adeptos pela derrota.

Ele está lá sempre, nos bons e maus momentos. Não há hipocrisia, não há rancor por não ser opção mais vezes. É por isso que todos adoram Helton, é genuino, é humilde é… especial.

Facebook Comments