Mas mesmo assim, e com tais imposições e limitações físicas continua a ser um dos melhores que existem na baliza. Um exemplo, que adaptou o seu tipo de jogo tendo em conta a lesão que sofreu na cabeça… e não perdeu qualidade!

Vemos diariamente Cech a lutar contra tudo para manter uma paixão bem viva – a de ser guarda-redes. Incrível.

Facebook Comments