Nuno Hidalgo, 22 anos, e já uma longa história e curriculo.

Começou a sua carreira de formação no Sporting e no Torreense, onde cresceu e aprendeu tudo o que conseguiu. Foi no clube de Torres Vedras que se estreou como sénior também, mas a sua qualidade veio ao de cima mais recentemente como explicaremos.

Antes de ser emprestado ao Malveira, e ainda com os seus 18/19 anos de idade, entra também com uma carreira no Futebol de Praia. Estreou-se na modalidade pelo Sporting, tendo perdido o campeonato para o Vitória de Guimarães. Jogou pouco, pois o titular era Graça, titular também da selecção e acabado de ser considerado um dos melhores do mundo na posição. No Belenenses, e depois duma época ao serviço do Malveira em Futebol, começou a pisar mais os areais tendo jogado todos os jogos e onde foi campeão nacional juntamente com Jordan, Marinho e Coimbra, nomes sonantes do panorama nacional da modalidade. Aqui começou a sua vida internacional. Já treinava com a Selecção Nacional de Futebol de Praia desde os tempos do Sporting, mas passou a ser chamado regularmente, tendo efectuado a sua estreia internacional com apenas 20 anos. Desde que entrou, nunca mais saiu e justamente. Com este historial, e quando se fazia prever que o seu futuro passaria pelo areal, começa a mostrar a todos a sua qualidade e apetências no relvado.

Esta época, 2013/2014, pode ser a sua época de sonho. Foi campeão no Braga em Futebol de Praia na época passada, depois do final da época de regresso ao Torreense, e irá estar presente na maior competição de clubes da Modalidade em Itália daqui a pouco tempo. Mas antes temos ainda de destacar o seu percurso nos relvados nacionais, mais concretamente no Campeonato Nacional de Seniores. Começou esta época do Loures e a meio da época saiu para o Benfica de Castelo Branco. Quando saiu do clube lisboeta, a equipa era a melhor defesa da série. Chegou à equipa de Castelo Branco e nesta fase de apuramento para a 2ºLiga foi a melhor defesa de novo. Não conseguiram o apuramento directo para a 2ºmaior competição em Portugal, mas ainda vão ter uma hipótese. Vão jogar dias 1 e 8 de Junho contra o Vitória de Guimarães B na luta pelo ultimo lugar de subida. Grande jogo em perspectiva, com duas grandes equipas que prometem um grande espectáculo. Aconselho a verem esta eliminatória quem estiver por perto.

Apesar de ter uma estatura tida como “baixa” para os estereotipo de guarda-redes, não parece em campo ser frágil. Luta por cada lance como se fosse o último e lidera como poucos as suas defesas apesar de tenra idade. Ágil, rápido e de fácil reposição com os pés e mãos, tanto consegue corresponder a um jogo mais directo como um jogo de posse. Não se aflige com a bola nos seus pés e decide sempre bem. Apresenta uma maturidade dentro da área notável e faz os deslocamentos sempre de forma acertada. Grande potencial, merece maiores voos a nivel nacional.

Um video de defesas no Torreense: http://www.youtube.com/watch?v=WEWvKOvs7Z0 

Facebook Comments